Escola Agrotécnica

Djalse Terezinha Magnago Linhales — Colatina — 2005

Cruzei seus portões temerosa
Num azul e ensolarado dia
Senti a beleza viçosa
Que a todo lado luzia

O verde de suas paragens
O azul do céu a brilhar
Um rio mostrando miragens
Levando-me a imaginar

Como seria o trabalho
Em meio a tanta beleza
Folhas luzindo de orvalho
Saudando a natureza

Com sua terra fecunda
Pra quem deseja plantar
Na sementeira oriunda
Do mais longínquo lugar

Aqui existe a esperança
De futuro promissor
Trabalho, saber e bonança
Técnico e também professor

Tem peixe, tem boi tem galinha
Muita água e computador
Tem senado, tem cozinha
E Encontro de Produtor

Apesar de tanta beleza
Também sofremos aqui
Momentos de muita tristeza
Como tais eu nunca vi

Mas há figuras constantes
Que fazem a sua glória
São tantos e importantes
Pedaços de sua história

Como sou parte recente
De uns dez anos pra cá
Eu falo do seu presente
Do jeito que ela está

Na escola tem gente sofrida
E muita figura gentil
Mas todos batalham a vida
Cumprindo projetos mil

Com ela damos um norte
Ao futuro do lugar
Oferecendo o suporte
Para quem quer estudar

Aqui cumpro minha lida
No lado profissional
Por isso me sinto acolhida
Como parte maioral
Na minha Escola querida
AGROTÉCNICA FEDERAL!

Atualizando…
Em Dezembro de 2008, houve a integração das três Escolas
Agrotécnicas (Colatina, Santa Teresa e Alegre) e Escola
Técnica Federal tornando-se uma só instituição: O Instituto Federal do ES. Então acrescentei as estrofes abaixo:

Também tem laboratório
E Jardim Sensorial
Com resultado notório
E público especial

No Encontro de Egresso,
Inativo e pensionista
Percebemos o sucesso
De uma escola benquista

Então veio a integração,
Trazendo muita mudança
Também fazendo junção
De forças e de esperança

Restou de cada autarquia
Na nova realidade
Muita garra e alquimia
Muita força de vontade

Para transformar o país
E a nossa sociedade
Numa pátria mais feliz
Co’ a vida em comunidade!

e a última estrofe poderia ser reescrita assim:

Aqui cumpro minha lida
No lado profissional
Por isso me sinto acolhida
Como parte maioral
Na minha Escola querida
DO INSTITUTO FEDERAL!

2 Comments
  1. Parabéns pela bela poesia e pela linda carreira construída no Instituto Federal! Também tenho muito orgulho de ter estudado no IFES e aproveito para agradecer a minha mãe por ter me incentivado a trilhar o caminho de uma educação de qualidade.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *